Dores Alheias

Mário Gaudêncio

Desfrutar da desgraça de um morto para alçar voos maiores em nome de uma política com “p” minúsculo parece ser a sensação de exuberância vivida por pessoas inescrupulosas que não têm o mínimo de respeito pela vida e sentimento das pessoas que sofrem pela dor da perda.

Evocar as dores de alguém para se mostrar pessoa de boa índole é tão mesquinho quanto promover o holocausto ou marginalizar as “minorias” a fim de lucrar com a sensação de tristeza alheia.

Rir ou chorar em nome do outro é tão fácil quanto roubar doce de criança, mas se esta criança estiver triste ao ponto de nem querer o doce de ninguém ainda haveria quem ousasse furtar o direito da criança sorrir, tendo a sua desgraça amplificada ao depressivo desalento?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s